Inicio / Texto / 20 Coisas idiotas que você pode estar fazendo

20 Coisas idiotas que você pode estar fazendo

Ei! Calma lá! Você não vai encontrar aqui nenhuma fórmula mágica. Este não é um manual matemático e absoluto.

São apenas orientações básicas com base em 20 comportamentos observáveis que se repetem em qualquer lugar do mundo.

As chances de você ter uma qualidade de vida melhor eliminando tais condutas são bem grandes, mas isso não quer dizer que sua vida mudará de um dia para o outro. Internalize tudo. Reflita bastante. Essa é a proposta.

I – DI – O -TA – Diz-se de quem diz ou faz tolice; de que sugere ou constitui idiotice (comportamento idiota, resposta idiota) [ antôn.: Antôn.: esperto ]

20-coisas-idiotas

1 – Esperar alguma coisa acontecer antes de fechar o ciclo de algo ruim em que esteja envolvido. Trabalho sufocante, relacionamento doentio, círculos sociais chatos. Enquanto você não resolver os problemas do presente, nada vai mudar de fato. Faça acontecer e feche ciclos;

2 – Não convidar alguém para sair porque você acha que não tem qualquer chance. Dê a oportunidade da outra pessoa tomar uma decisão sobre a escolha dela, e não você. O importante é que o fato dela não ter escolhido sair com você, não significa que o problema esteja em você. Deixe as pessoas fazerem as escolhas delas. A responsabilidade é delas;

3 – Achar que você é mais importante do que outras pessoas, de um modo geral. Podemos ser mais qualificados ou preparados em circunstâncias especais, mas todo mundo tem a sua importância. Enquanto você mantiver na sua mente a ideia de que é melhor do que todos, seu ego criará a maior das ilusões para manter-se preenchido: cegará você;

4 – Forçar crenças religiosas em outra pessoa;

5 – Ignorar conselhos. A famosa frase: “se conselho fosse bom ninguém dava de graça” é uma grande falácia. O ser humano naturalmente gosta de expressar suas próprias experiências (seja lá qual for o tipo de expressão). Geralmente esses conselhos podem vir de experiências frustradas, o que pode ser uma mão na roda para você não cometer o mesmo erro. O segredo é não aceitar cegamente esses conselhos, e valorizá-los quando vindo de pessoas confiáveis ou experientes no assunto;

6 – Recusar assistir a um filme, ler um livro ou comprar algum produto, somente porque são populares. Você pode estar perdendo algo incrível. Não deixe seu ego falar mais alto. Você não deixará de ser interessante só porque gostou de algo que a maioria das pessoas gostou;

7 – Olhar e viver muito distante no futuro. Certas coisas nunca vão acontecer, entenda isso;

8 – Tentar apagar o passado. Não há uma forma consciente de fazer isso. Se você já fez, está feito. Aceite o fato de ter feito, e oriente-se melhor para não reproduzir erros;

9 – Ignorar o momento presente. Tudo de bom ou ruim na sua vida acontece AGORA. Viva o presente;

10 – Deixar que outras pessoas escrevam a história da sua vida. Todo mundo tem um caderno em branco para escrever sua própria história. Não perca a oportunidade de delinear os caminhos da sua vida;

11 – Se intrometer demais na história de vida de outra pessoa. Complementando o item anterior, assim como você não deve permitir que outras pessoas escrevem a sua trajetória, você também deve evitar escrever a história de outras pessoas. Orientar, cuidar e ajudar é uma coisa, roubar a cena é outra. Intrometa-se menos nas escolhas alheias;

12 – Cuidar do seu corpo como se fosse lixo. Você só tem um, cuide bem dele;

13 – Achar que alguém é feliz apenas por sempre estar sorrindo ou postando coisas bonitas, alegres e elegantes nas redes sociais. Alguns transtornos, como a depressão, criam grandes “atores” que acabam tentando esconder seus problemas para não serem julgados, para não sentirem vergonha ou para manter alguma imagem profissional. Às vezes não é maldade, é apenas uma proteção;

14 – Sofre em silêncio. Às vezes não é sua culpa. Pode ser uma doença, pode ser a forma como você vê a vida, pode ser a influência exacerbada de outra pessoa. Permita que alguém possa ajudar você. Isso pode mudar a sua vida;

15 – Fazer a mesma coisa sempre e continuar esperando um resultado diferente. Teimosia é bater a cabeça contra a mesma parede a vida inteira achando que um dia vai conseguir atravessá-la. Persistência é insistir em conquistar um objetivo, mesmo que para isso você precise MUDAR a estratégia usada;

16 – Objetivar a perfeição e nunca querer errar. Ambas as condutas geralmente levam você ao fracasso inevitável. Você não conseguirá fazer nada perfeito, a não ser que crie um padrão específico para avaliar tal ação. Por exemplo: se você tem que uma prova da faculdade com 10 questões, e a sua missão é responder todas as 10, independentemente de acertá-las ou não, ao responder as 10 questões, podemos dizer que você atingiu perfeição ligada estritamente a essa ação. O grande problema está em você querer levar esse método MATEMÁTICO para o resto da sua vida. Você irá se frustrar muito. Da mesma forma, não querer errar nunca é uma atitude complementar de querer atingir a perfeição;

17 – Viver a sua vida com base somente na influência de outras pessoas. Você pode ler muitos livros, gostar de muitos pensadores, mas você precisa aprender a diferença entre inspiração e manipulação. Sua mente pode ser facilmente enganada para achar que está agindo por si mesmo, quando na verdade está apenas repetindo o comando de outras pessoas. Inspire-se sempre! Tenha boas influências, mas crie sua própria trajetória;

18 – Querer sempre a opção mais fácil. Esse é um dos caminhos para você se manter estagnado;

19 – Achar que sempre sabe mais do que todo mundo. A ideia de que você sempre estudou mais, sempre pesquisou mais, sempre entendeu melhor do que todo mundo é a coisa mais estúpida que você pode fazer. Não importa o quanto você saiba, sempre haverá alguém que sabe mais ou que é melhor do que você em algo. É inútil querer estar sempre no topo. Esse tipo de pensamento pode refletir um ego que dominou sua consciência. A vontade de ser sempre especial fica evidente. Se você anda achando que tudo mundo sabe menos do que você, é provável que você esteja bitolado demais em alguma causa ou ideologia;

20 – Achar que a sua opinião é um fato. E isso só acontece se a sua opinião estiver 100% certa, o que nunca vai acontecer. Sua opinião pode sempre ser refutada, muito embora esteja bem próxima da realidade. Aceite contradições. Aceite opiniões contrárias. Você aprende muito com isso, e até melhora a própria opinião. Evite impor seus achismos.

Por: Carlos Mion

Você pode gostar!

tempo-coisas

5 coisas que o tempo nunca vai conseguir mudar

Olá meus amigos, hoje vamos conferir um vídeo pequenas e simples coisas que o tempo …