Inicio / Texto / 4 sinais de que ele é o Cara

4 sinais de que ele é o Cara

sinais-o-cara-certo

Em um mundo cheio de homens que obviamente não prestam nem para lhe ajudar a abrir um vidro de azeitona, afirmo: ele (o cara cujas intenções você não consegue enxergar com clareza) pode ser “o cara”, ou seja, alguém que realmente merece um cantinho em seu tão remendado coração e até, quem sabe, uma gaveta em seu minúsculo armário. Eu disse “pode ser” porque ter certeza absoluta de que ele é “o cara” – e não um psicopata especializado em destruir corações – é algo tão difícil quanto dar um comprimido a um gato brabo, mesmo que você tenha um detector de mentiras, objetos de tortura eficientes e uma bola de cristal com Wi-Fi. Contudo, mesmo ciente do quão difícil é identificar os verdadeiros em meio a tantas réplicas, eu resolvi (tentar) ajudar você. Como? Eu separei alguns comportamentos que, a meu ver, podem lhe ajudar a descobrir se antes de “cara” você usará “O” – em caixa alta – ou, apenas, “um”.

1. ELE TRATA AS PESSOAS (TODAS ELAS!) COM EDUCAÇÃO

Se ele lhe trata como uma rainha, mas não faz a mínima questão de dizer “Obrigado”, “Por favor” e outras palavras mágicas a garçons/frentistas/vendedores/caixas de supermercado, eu só tenho um conselho a lhe dar: saia correndo! E só pare quando não aguentar mais a dor nas panturrilhas ou quando alguém exigir um passaporte para que continue a viagem. Por quê? Respondo com uma nova pergunta: você consegue admirar alguém assim? Não, né? E admirar o seu parceiro é algo imprescindível para que a relação dê certo. Agora, se ele é do tipo que faz amigos em pontos de ônibus, que agradece sempre que o garçom traz algo à mesa e que trata mendigos da mesma maneira que trata os homens com quem pretende fechar negócios, não o perca de vista, no mínimo.

2. ELE TEM CORAGEM DE PEDIR PERDÃO

Todos os homens cometem erros, acredite. O que deve ser levado em consideração é a maneira como eles lidam com as próprias falhas e, principalmente, a importância que dão aos danos que causaram em outros seres. Por isso, ao invés de se preocupar em descobrir se ele é um cara perfeito, atente-se à forma como ele lida com os erros que comete. Ele assume as próprias falhas? Ou sempre joga toda a culpa no colo de terceiros? Ele teve maturidade para pedir perdão nas vezes em que pisou na bola com você? Ou ele, em hipótese alguma, acha necessário pedir desculpas? Hein? Pense bem. Reflita bastante. Pois, em vez de exigir a perfeição – o que não existe fora dos contos de fada -, procure seres que têm caráter suficiente para assumir as próprias imperfeições e para tentar reparar as besteiras que fizeram. Não estou dizendo que qualquer cagada por ser apagada com um pedido de desculpas, afirmo, apenas, que namorar alguém que nunca pede desculpas é uma grande cagada.

3. ELE TEM VIDA ALÉM DAQUELA QUE ESTÃO VIVENDO JUNTOS

Ele parou de sair com os amigos depois que lhe conheceu? Ele faltou no aniversário da própria mãe para ficar no sofá com você? Você está presente em todos os assuntos dele? Ele já afirmou, diversas vezes, que você é a única coisa que importa na vida dele? A única coisa que ele diz gostar, em todo o universo, é de você? O único hobby dele é mandar mensagens de texto a você? Cuidado! Pois você pode estar diante de alguém que, muito provavelmente, matará você de tédio, de mesmice. Ou você acha que é possível ser feliz ao lado de um homem que não vê graça em nada fora do universo em que vocês vivem? Não, não é possível, respondo. Do que conversarão quando saírem para tomar um chope? De vocês? Nem fodendo, isso é muito chato. Ser a razão da vida de alguém, a princípio, pode até lhe parecer uma honra, mas, depois de alguns meses, certamente será uma maldição da qual você sentirá necessidade de escapar. Como se interessar por alguém que não se interessa por nada além de nós? Impossível. Dê preferência a homens que, além de você, têm outros amores – e não confunda “amores” com “amantes”!

4. ELE TEM UMA OPINIÃO – MESMO QUE DIFERENTE DA SUA!

Não estou afirmando que ele precisa discordar de tudo aquilo que você diz. Porém, relacionar-se com alguém que berrará “Sim, senhora!” – ou “Você tem razão!” – depois de tudo o que você disser não trará nenhum benefício à sua vida, nada. Opiniões diferentes da sua e expostas de maneiras respeitosas ajudarão você a evoluir e, principalmente, a enxergar outros ângulos da vida, diferentes daqueles com os quais você está acostumada. Um cara assim vai tirar você da zona de conforto, encher você de questionamentos, o que é ótimo! Se não houver discordância, nunca haverá discussão; e se não houver discussão, nunca haverá evolução. Simples assim! Se até nós, às vezes, discordamos de nós, não faz sentido exigir que o nosso parceiro concorde com tudo aquilo que falamos/pensamos. Certo?

Por: Ricardo Coiro via: Superela

Você pode gostar!

entra-sai

Improvável – Entra-sai #4

O jogo de hoje é Entra-sai: A historia de hoje é de um barbeiro alemão. …