Inicio / Curiosidades / Curiosidades Rock in Rio

Curiosidades Rock in Rio

 

4 metros – Altura de onde o DJ Starscream, do Slipknot, saltou para os braços do público durante o show pirotécnico da banda de ‘nu metal’.
7 – Número de trocas de figurinos de Katy Perry APENAS na música “Hot n’ cold”.
7 reais – Preço de um copo de chope na Cidade do Rock.
9 – Número de covers no show de Claudia Leitte. Exatamente metade das músicas que cantou. Teve de Led Zeppelin a Chico Science. Se o público aprovou já é outra história…
10 – Número de vezes que o hino do Rock in Rio foi tocado antes de começar o primeiro show no palco Sunset no sábado.
13 – Número de trocas de figurinos de Katy Perry em seu show , na sexta-feira.
Muita coragem – De Claudia Leitte, que cantou ‘Água mineral’ , a mesma música que originou o bullying em Carlinhos Brown em 2001.
15 reais – Valor médio de um lanche simples na Cidade do Rock.
20 minutos – Tempo mínimo que se levava para conseguir comprar QUALQUER ALIMENTO na maioria das lanchonetes da Cidade do Rock.
28 – Quantidade de músicos no mesmo espaço durante o show do Móveis Coloniais de Acaju, Orquestra Rumpilezz e Mariana Aydar. Um recorde.
195 – Toneladas de lixo recolhidas pela Comlurb na Cidade do Rock durante o primeiro fim de semana de festival.

Frase 1 – “Hoje é rock mesmo. E por incrível que pareça, dá menos problema”. Coronel Gaspar, chefe do policiamento no Rock in Rio, sobre o dia metaleiro.
Frase 2 – “Hoje é Rock in Rio mesmo.” Fã do Metallica, emocionado ao entrar na Cidade do Rock no domingo.
Frase 3 – “A esperança é a última que morre, mas essa Esperanza Spalding ‘morre fácil'”. Fã encantado com a beleza da jazzista americana, que se apresentou com Milton Nascimento no sábado.
Frase 4 – “Neste palco tem as duas coisas de que mais gosto: açúcar e mulher”. Espectador embasbacado com as curvas de Katy Perry e seu cenário de loja de doces.
Frase 5 – “Ele acha que é gringo e que está tocando rock’n’roll de verdade”. Espectador ao ver Di Ferrero vestindo um casaco da Seleção Brasileira no show do NX Zero.

Cadê o bis? 1 – Elton John frustrou os fãs ao deixar de cantar “Your song” em seu show, na sexta-feira . A música estava no setlist divulgado para a imprensa.
Cadê o bis? 2 – Até aqui, apenas Red Hot Chili Peppers e Metallica, no Palco Mundo, e Mondo Cane, no Sunset, voltaram para o tradicional bis no Rock in Rio.

Black Power mais bonito – Esperanza Spalding
Black power mais feio – Do vocalista do Coheed and Cambria, Claudio Sanchez. Parecia o Sideshow Bob dos Simpsons. Ou uma samambaia que tocava guitarra.
Fab Four x 2 – Dois grupos encerraram seus shows com covers dos Beatles: “Lucy in the sky with diamonds” na apresentação de Móveis Coloniais de Acaju e Orquestra Rumpilezz e “Tomorrow never knows”, na de Tulipa Ruiz com Nação Zumbi.
Melhor fantasia de Restart – Para Anthony Kiedis e sua roupa no show do Red Hot Chili Peppers, no sábado.
No lugar errado – O mar de camisas pretas presente à Cidade do Rock no domingo concordou: o Palco Sunset ficou pequeno para Matanza + B Negão e Sepultura + Tambours du Bronx . Mereciam o palco principal.
O preto é o novo preto – No dia do metal, a cor básica dos headbangers ditou a moda no Rock in Rio . Todos de preto e sacudindo as cabeleiras.
Prêmio inovação – Para Dinho Ouro Preto, que NÃO tirou a camisa no show do Capital Inicial , como é de seu costume.
Perdemos a conta – do número de vezes que Corey Taylor gritou “Are you ready?” (“vocês estão prontos?”) nos shows de Stone Sour e Slipknot.
Quem não tem colírio… – Tulipa Ruiz e Nação Zumbi bateram o recorde de óculos escuros no mesmo show: eram oito ao mesmo tempo.
Show mais surpreendente – O inclassificável Mike Patton cantando clássicos da música italiana em ritmo de rock, acompanhado pela Orquestra Sinfônica de Heliópolis. A mistura era improvável, mas ainda assim o Mondo Cane fascinou a todos .
Troféu Sapucaí – Para os figurinos carnavalescos no show de Marcelo Yuka com as cantoras Cibelle, Amora Pêra e Karina Buhr. Destaque especial para o baixista Patrick Laplan, que ele tocou fantasiado de… táxi.
Troféu Anticlímax – para o Snow Patrol, que parou e teve de reiniciar seu maior (e único) sucesso no Brasil, “Open your eyes”.
Pior show – O do Gloria, na abertura no Palco Mundo no domingo. Perderam feio para o Sepultura, que tocou ao mesmo tempo.
Prêmio interatividade – Para Andreas Kisser, do Sepultura; ele também tocou com Ed Motta e Rui Veloso no palco Sunset e deu uma canja ao lado do imortal Lemmy no show do Motörhead.

OBS: Todas as curiosidades foram achada na internet. Se tiver alguma coisa errado peso para entrar em contato conosco.

Você pode gostar!

21 Bandas de rock antes de sua fama

Se você já pensou que todo mundo que é famoso era fabuloso mesmo antes de …