10 exemplos de autossabotagem que você pode está fazendo com você


Share via

Se você chegou até aqui, é porque quer saber mais sobre auto sabotagem. Talvez você sinta que vem sabotando a si mesmo e quer ajuda para entender isso. Afinal, na vida já enfrentamos tantas coisas, não precisamos ser mais um agente contra nós mesmos.

Mude completamente o rumo da sua vida apenas mudando alguns hábitos ruins. Confira a seguir uma excelente seleção de exemplos de autossabotagem que podem destruir os seus planos e metas de vida.

10 exemplos de autossabotagem que você pode está fazendo com você

O que é autossabotagem?

Basicamente a autossabotagem é definida como a capacidade que temos de criar barreiras e obstáculos, que nos impedem de conquistar aquilo que almejamos, para nos tornarmos pessoas verdadeiramente realizadas.

Esse movimento pode ocorrer, tanto de forma consciente quanto inconsciente, e se configura naqueles momentos em que passamos a acreditar que não vamos conseguir ser bem-sucedidos em nossos projetos. Tais pensamentos tomam conta de nossa mente, nos deixando pessimistas e também inseguros em continuar, o que acaba nos fazendo desistir daquilo que mais queremos.

Grande parte das pessoas que têm o hábito de se sabotar só conseguem perceber que o fazem quando já estão em uma fase mais avançada da vida. Isso porque já estabeleceram uma rotina de pensamentos, com os quais já se acostumaram, que não lhes deixa enxergar nenhuma possibilidade de melhoria ou de mudanças positivas no futuro. Esta enorme dificuldade de sair desse piloto automático é verdadeiramente prejudicial e faz com que o indivíduo se boicote constantemente.

O padrão de pensamentos das pessoas que se autossabotam faz com que elas aceitem e tornem cada vez mais naturais suas inseguranças, bem como seus pontos de melhoria, de uma forma geral. Com isso, acabam, com frequência, se depreciando e confirmando tudo isso por meio de diálogos internos negativos e intensamente autocríticos.

É importante que as pessoas que têm estes padrões de pensamentos entendam que, conforme o tempo vai passando, a sua própria vida vai sendo sugada por eles, já que, a partir do momento que se dá espaço para tanta negatividade, esta passa a se espalhar tal como se fosse uma erva daninha, que se propaga com bastante rapidez, matando qualquer tipo de esperança que exista no indivíduo, assim como a sua capacidade de enxergar oportunidades e mudanças positivas ao seu redor.

1. Ser uma pessoa que se autocrítica além da conta

Ser uma pessoa que está sempre analisando seu próprio comportamento e se punindo pode ser uma forma de autossabotagem.

Pessoas assim tendem a ignorar as evidências que são positivas, assim, enfatizando as demais evidências para sugerir serem falhas ou danificadas.

Esse tipo de comportamento leva muitas pessoas a ter baixa auto-estima, assim, tornando elas relutantes em se esforçar e se ramificar.

2. Ser perfeccionista em tudo que faz na vida

Você é uma pessoa perfeccionista? Esses tipos de pessoas têm uma ideia em mente para tudo, assim como um padrão que elas estão sempre tentando cumprir ou viver de acordo.

Esse tipo de comportamento também acaba criando um ciclo de comportamento de tudo ou nada.

Assim como pode criar um comportamento de evitação e preparando-o para autocrítica e auto-ataque.

3. Ser uma pessoa exagerada

Este tipo pessoa não tem moderação e equilíbrio quando o assunto é ele mesma, o que significa que ele está desligado ou ligado na vida.

Pessoas assim essencialmente amam transformar um pouco em muito, assim como tendem a ver as coisas em termos de preto e branco.

Isso acaba impedindo de alcançar os objetivos e os levando a acreditar que não têm autocontrole na vida, assim, criando um ciclo de comportamento de tudo ou nada.

4. Se proteger demais e não correr riscos na vida

Esse tipo de pessoa é alguém que está constantemente coberto por uma armadura metafórica e tem medo de se ariscar na vida.

Apesar a situação em que se encontra, pessoas assim sempre mantêm a guarda porque acreditam que um ataque pode estar chegando em qualquer esquina. Você conhece alguém assim?

5. Ser uma pessoa obcecada por controle

Esses tipos de indivíduos amam garantir que nunca sejam surpreendidas ou pegas de surpresa em determinadas situações na vida.

Isso porque elas querem estar preparados para todas as circunstâncias da vida e interações, assim, o seu método de fazer isso é controlar tudo o que puderem.

Como resultado desse tipo de hábito, as pessoas tendem a evitar situações em que são menos propensos a ter controle.

Muitas vezes essas pessoas ficam com medo de que essas situações limitem as oportunidades de crescimento. É importante você entender que isso:

  • Reforça os transtornos mentais;
  • Limita seus compromissos sociais e oportunidades sociais.

6. Evitar demais certos problemas na vida

As pessoas que gostam de evitar os próprios problemas geralmente se mantêm longe de situações que lhes causam transtornos emocionais ou os tiram da zona de conforto.

É importante entender que fazer uma tipo de coisa assim limita as oportunidades de:

  • Crescimento;
  • Reforça o medo;
  • Remove oportunidades;
  • Experiências positivas agradáveis ​​da vida.

7. Ter pensamentos exagerados sobre as coisas da vida

Pessoas assim pensam em tudo até a morte de uma forma que coloca extrema ênfase no negativo. Isso é a fórmula certa para o fracasso e autossabotagem.

Mesmo uma coisa pequena pode se transformar em uma espiral de pensamentos ansiosos, isso porque os pensamentos negativos e exagerados podem destruir motivação e força de continuar alguma coisa na vida.

Esse tipo de comportamento tira a confiança e acaba:

  • Criando muitas dúvidas constantes sobre si mesmo;
  • Foca demais no negativo;
  • Estabelece uma profecia autorrealizável.

Isso acaba forçando as pessoas a precisar de controle e certeza.

8. Assumir as responsabilidades dos outros

Um indivíduo assim é uma pessoa que está sempre prevendo o futuro e agindo de acordo com essas “previsões” antes de ver se elas se tornam realidade. Você conheceu alguém assim?

Pessoas assim decidem como vão se sentir, o que vai acontecer e como as outras vão reagir antes mesmo de entrar em uma circunstância da vida.

Assumir as responsabilidades de outras pessoas, assim, fazendo com que elas não se comprometam os impede de agir e os mantém presos.

Uma atitude como essa os fecha para novas oportunidades e aprendizagem de vida e nunca permite que eles provem que estão errados sobre alguma coisa.

9. Ser um procrastinador

O procrastinador, uma pessoa que está constantemente adiando as responsabilidades e esperando até o último minuto possível para resolver.

Esse tipo de comportamento é uma perda de tempo ou cria tempo improdutivo em uma atividade, assim, os levando a acreditar que só podem conseguir realizar as obrigações adiando as coisas e nunca os deixa avançar.

10. Não falar sobre suas dúvidas e imaginações

Talvez o seu par amoroso esteja apenas tendo um dia ruim de trabalho ou em outros afazeres do dia.

Talvez essa pessoa não esteja tão atento a você quanto você esperaria que ele fosse em um relacionamento pessoal ou amoroso.

Em vez de você dar o benefício da dúvida em relação a essas questões, sua imaginação corre solta e você acaba dando a ele a ponta curta do bastão, não é mesmo?

Isso é autossabotagem gritando alto e claro para você. Por isso, comece a parar de imaginar demais e procurar solucionar o problema falando.


Compartilhe com os seus amigos!

Share via
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Send this to a friend