12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar


Share via

A Pixar é uma das maiores empresas de animação da indústria de entretenimento, responsável por criar diversos personagens icônicos da cultura pop, como Woody e Buzz, de Toy Story, e Nemo e Dory, de Procurando o Nemo.

Além das narrativas emocionantes e dos personagens queridos pelo público, existem inúmeros fatos divertidos sobre o processo criativo e bastidores do estúdio da Disney que tornam as obras da empresa ainda mais interessantes.

O Tediado mostra por que os criadores dessas animações tiveram de mudar algumas ideias originais.

1 – Monstros S.A.

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 2

Para começar, tudo seria diferente se a idade original de Boo fosse respeitada. A pequena teria seis anos, mas decidiram mudar e deixá-la mais nova, para que dependesse mais de Sulley. Nosso querido e peludo monstro teria tentáculos (consegue imaginar?), mas eles foram descartados porque os produtores pensaram que as pessoas olhariam mais para os tentáculos do que para o personagem em si.

Já o Mike não teria braços e seria o assistente de Randall. O curta-metragem O Novo Carro de Mike também seria parte do filme. George Sanderson (o monstro que entra em contato com objetos) seria o protagonista. Ele não poderia assustar e uma garotinha o ensinaria como fazer.

2 – Universidade Monstros

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 3

O famoso filme é uma prequela, ou uma pré-sequência, da saga e mostra as andanças de Sulley e Mike pela universidade. Contudo, a ideia original era fazer uma sequência que continuasse a história anterior: Monstros S.A. 2 — Perdido no Paraíso dos Sonhos.

Nesse filme, Mike e Sulley visitariam Boo para lhe dar um presente de aniversário, mas descobririam que ela se mudou. Os dois monstros ficariam presos no mundo dos humanos e se separariam (Sulley em busca de Boo e Mike tentando voltar ao seu mundo).

O filme seria realizado pela Circle 7 Animation, por conta de desavenças entre a Disney e a Pixar. Finalmente, no começo de 2006 a Disney comprou o estúdio e concluiu a transferência dos direitos autorais para a Pixar.

3 – Viva: A Vida é uma Festa

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 4

Na ideia original, Miguel apenas tocaria violão. No entanto, quando o diretor Lee Unkrich descobriu Anthony Gonzalez e sua talentosa voz, decidiu que o personagem também cantaria. E foi por meio do filme que o rapaz pôde mostrar todo o seu talento.

Em um final alternativo, a batalha com Ernesto aconteceria sobre uma ponte que separa o mundo dos vivos do mundo dos mortos. Miguel teria de atravessar antes de acabar o Dia dos Mortos. Ernesto o perseguiria, a ponte começaria a desmoronar e ele terminaria desaparecido.

4 – Up — Altas Aventuras

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 5

Muitos finais foram pensados para Charles Muntz, e em um deles se contemplava a possibilidade de que ele e Carl resolvessem suas diferenças após a briga, mas a ideia foi descartada.

Outra possibilidade era que a obsessão de Charles em pegar Kevin fizesse com que ele se perdesse em um labirinto mortal. Os criadores também pensaram em uma cena em que ele fosse embora com as bexigas, mas ela foi recusada porque seria um final ambíguo demais e não daria o fechamento correto para a história do personagem.

5 – Procurando Nemo

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 6

A criatividade da Pixar sempre se mostra em detalhes muito particulares. Por exemplo, o Nemo aparece em Monstros S.A., ou seja, antes do seu próprio filme. Boo tem um bicho de pelúcia do Nemo no seu quarto. Em Procurando Nemo, por outro lado, podemos ver as próximas maravilhas da Pixar: na sala do dentista há um garoto lendo uma história em quadrinhos do Sr. Incrível e o Luigi, de Cars, passa pelo consultório.

Além disso, Dory seria um personagem masculino. No entanto, um dia o diretor Andrew Stanton chegou em casa, viu o programa da Ellen DeGeneres na televisão e automaticamente associou a voz à personagem.

6 – Procurando Dory

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 7

O final de Procurando Dory foi modificado assim que os criadores viram o documentário Blackfish, que mostra os perigos de se manter animais em cativeiro. Além disso, consideraram a possibilidade dos pais da personagem também sofrerem perda de memória de curto prazo (o que explicaria a condição de Dory), mas seria muito frustrante que toda a família tivesse esse problema e muito complicado que todos fossem se esquecendo do que diziam durante o filme.

7 – Toy Story

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 8

A ideia original dos criadores de Toy Story era que Woody formasse par romântico com a famosa boneca Barbie, e não com Betty. Além disso, ela seria a encarregada de resgatar o caubói e Buzz das mãos do terrível Sid. No entanto, a Mattel (responsável por produzir a Barbie) não permitiu que a história de amor acontecesse.

A empresa não quis que a Barbie participasse do filme porque, segundo ela, cada criança deveria poder criar a sua personalidade para a boneca, o que não aconteceria se ela aparecesse no filme. No entanto, após o sucesso da primeira produção, a Mattel mudou de opinião e a Barbie entrou em Toy Story 2 e o Ken, em Toy Story 3.

8 – Toy Story 2

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 9

Talvez o personagem que mais sofreu transformações desde a ideia original até o que vemos na telona foi a Jessie. Você já pensou se ela fosse uma bailarina de origem mexicana? Bom, se não acredita, vejam como seria o seu nome original: Senhorita Cactus.

Na ideia original não havia a cena final do avião, em que Woody, com seus novos amigos, escapa de ir ao Japão. Na realidade, seria mostrada uma perseguição em que os brinquedos assumiam o controle do carro de Al (lembra alguma outra cena de Toy Story, não?) enquanto eram perseguidos pelo vilão em uma caminhonete da Pizza Planeta.

9 – Toy Story 3

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 10

Lotso, o urso vilão, tem muitas correspondências com o Pete Fedido, de Toy Story 2. Os dois parecem amorosos no começo e se mostram muito diferentes no final. Os dois sentem que não são amados e têm finais parecidos, já que acabam em situações desfavoráveis. Como se não bastasse, os criadores decidiram escolher a mesma música para o momento da derrota de Lotso e Pete Fedido.

Além disso, Betty aparece muito pouco no filme; na verdade, apenas no começo. Se estivesse com os outros brinquedos, não teria sobrevivido à cena do incinerador, porque é de porcelana. Sem dúvida, se tivesse sido incluída, Toy Story 4 teria sido muito diferente.

10 – Toy Story 4

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 11

Na verdade, o final de Toy Story 4 deixou todo mundo surpreso, emocionado e com lágrimas nos olhos. Mas esse não foi o primeiro final pensado pelos criadores. A ideia era que Betty e Harmony (a criança por quem Gabby Gabby queria ser amada) criassem um laço e a boneca voltasse a ser humana.

11 – Vida de Inseto

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 12

A Bug’s Life (Vida de Inseto) não era o nome original do filme. O título era Bug Story (História de Inseto). Como a estreia seria logo após Toy Story, os produtores ficaram com receio de que as pessoas pensassem que todos os filmes da Pixar se chamassem X Story.

Na primeira versão do filme, Flik se chamava Red e era uma formiga vermelha integrante de um grupo de circo (nada parecido com a história que conhecemos). Além disso, o vilão Hopper tem dois detalhes que não podemos esquecer: seu final é tragicamente semelhante ao de Scar, de O Rei Leão (ambos são devorados por animais, as hienas no caso de Scar e os pássaros no caso de Hopper). E seus gestos ao falar foram inspirados em Steve Jobs, CEO da Pixar na época.

12 – Os Incríveis

12 fatos interessante sobre os filmes da Pixar 13

Esse é o primeiro filme da Pixar pensado a partir de uma perspectiva humana (antes, a ideia era mostrar o reino animal, em Vida de Inseto e Procurando Nemo, e o mundo dos monstros, em Monstros S.A.), mas a ideia era que ele tivesse outro nome: Os Invencíveis.

Síndrome não seria o vilão principal — na ideia original ele aparecia apenas rapidamente no começo. No entanto, os animadores da Pixar reagiram melhor a ele do que ao vilão original, chamado Xerek, por isso ele foi incluído na versão que conhecemos da história.


Compartilhe com os seus amigos!

Share via
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Send this to a friend