9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror


Share via

Você tem que relembrar sua infância com muito carinho, principalmente quando pensa em seus personagens que fizeram e fazem parte da sua história. O que você pode não ter notado é que alguns desses personagens são muito perturbadores e podem não ser adequados para crianças. Veja alguns exemplos abaixo e entenda do que estamos falando:

1. Bozo e sua turma

9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror 2

Toda a turma do Bozo era bem medonha. Ele era uma versão de um palhaço que já fazia sucesso fora do Brasil (comprovando que o gosto duvidoso das crianças dos anos 80 era mundial), mas uma personagem se destacou por aqui: A Vovó Mafalda, uma palhacinha idosa (e meio sinistra) que tinha um morango no lugar do nariz. Ela teve até seu próprio programa na TV.

2. A boneca careca da Nina

9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror 3

“Rá-Tim-Bum” tinha muitos momentos assustadores, e no quadro com a garotinha Nina (que era interpretada por uma atriz adulta, Iara Jamra), era difícil tirar os olhos de sua sinistra boneca careca.

3. Caipora

9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror 4

Inspirada em uma figura folclórica, a Caipora aparecia no “Castelo Rá-Tim-Bum” quando alguém assoviava. Além de nunca ser exatamente convidada, ela tinha uma energia caótica e sempre tocava o terror no Castelo, deixando bem nervosas as crianças do programa e as que estavam assistindo.

4.Professor Tibúrcio

9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror 5

Marcelo Tas interpretava um professor no “Rá-Tim-Bum”, da TV Cultura. Embora trouxesse informações educativas, sua caracterização pálida, seu jeito exagerado e sua corridinha até perto da tela eram aterrorizantes.

5. Fofão

9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror 6

Vindo do planeta Fofolândia, ninguém nunca soube exatamente qual foi a mistura maluca que resultou nesse ser de patas peludas e bochechas enormes. Fofão apareceu primeiro no “Balão Mágico” e conquistou uma parte do público enquanto aterrorizava outras milhares de crianças. Teve seu próprio programa e muito produtos licenciados, incluindo um boneco que, dizia-se, tinha um punhal dentro (o que não era verdade).

6. Lobo Mau do “Mundo da Lua” e “Castelo Rá-Tim-Bum”

9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror 7

Em um dos episódios de “O Mundo da Lua”, um Lobo Mau (que mais parecia um lobisomem) perseguia Lucas Silva e Silva em um sonho terrível. Anos depois, o figurino com dentes de fora, expressão assassina e macacão foi reutilizado no “Castelo Rá-Tim-Bum”, em um episódio no qual o tal lobo invadia o Castelo e todos pensavam se tratar de uma fantasia de carnaval, para desespero dos espectadores.

7. Dengue e Praga, do “Xou da Xuxa”

9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror 8

Além das paquitas, Xuxa tinha dois assistentes de palco: Dengue usava uma fantasia barata de mosquito, com asinhas e braços a mais, e Praga fingia ser uma tartaruga. Eles apareceram nos gibis da apresentadora, viraram bonecos… Mas ninguém sabia o que eles estavam fazendo lá – o que dava calafrios.

8. A Porta dos Desesperados

9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror 9

Sérgio Mallandro comandou o que deve ter sido o quadro mais sem noção da história da televisão. No programa “Oradukapeta”, no SBT, ele chamava uma criança para escolher uma entre várias portas e abri-la. Atrás da porta poderia haver um presente (bicicleta, vídeo game, coisas boas) ou um monstro que nada mais era do que um adulto vestido de gorila que perseguia a criança azarada aos prantos.

9. Os peixinhos e o caranguejo de “Glub Glub”

9 personagens infantis antigos que provam que as crianças brasileiras conhecem o terror 10

O programa tinha dois peixes chamados Glub e um caranguejo chamado Carol, todos com rosto humano em um corpinho de bicho e um cenário de desenho animado. Era tudo feito no chroma key, mas as crianças não sabiam disso e se perguntavam como diabos aquilo era possível.


Compartilhe com os seus amigos!

Share via
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Send this to a friend