Nascem primeiros bebês no Brasil com genes dos dois pais


Share via
Nascem primeiros bebês no Brasil com genes dos dois pais

Juntos há 8 anos, os engenheiros Gustavo Catunda e Robert Rosselló, do Distrito Federal, sempre tiveram o sonho de ter filhos. No dia 23 de fevereiro, eles viram esse sonho, enfim, se tornar realidade! Mais do que isso, o nascimento dos gêmeos Marc e Maya também é um feito inédito no Brasil. São os primeiros bebês a ter genes dos dois pais.

O nascimento foi feito por meio da técnica de reprodução assistida, com o sêmen de Robert e o óvulo da irmã de Gustavo. A prima de Gustavo, Lorenna, foi quem carregou os gêmeos no ventre por 35 semanas, segundo o G1.

Nascem primeiros bebês no Brasil com genes dos dois pais 2

Isso só foi possível porque o Conselho Federal de Medicina (CFM) aprovou uma resolução autorizando o uso de óvulos de parentes de até quarto grau para a concepção de bebês. A história desde o processo de fertilização in vitro até o tão esperado nascimento é contada pelo casal no Instagram @2depais.

“Sempre sonhamos em ter filhos. Era uma conversa que tínhamos enquanto amigos. Sempre falávamos que nossos filhos iriam brincar juntos. Uma das primeiras conversas que tivemos foi: tá, e agora, como vamos fazer para ter filhos?“, conta Gustavo ao G1. O casal estava considerando a ideia de adoção ou barriga de aluguel (nesse caso, teriam que fazer o processo em outro país).

Nascem primeiros bebês no Brasil com genes dos dois pais 3

“Minha prima aceitou ser nossa barriga solidária e voltamos com a ideia inicial de fazer a misturinha de nós dois. Vejo uma movimentação de energia muito grande. Às vésperas da gente assinar a compra dos óvulos, num banco internacional, a lei mudou no Brasil.“

Uma história de amor que ficou ainda mais bonita

Claro que, como toda gestação, foram meses de muita ansiedade, expectativa e alegria. Eles não viam a hora dos bebês nascerem para encherem a casa de vida e ainda mais felicidade. Os dois definem o nascimento de Marc e Maya como o maior legado de uma história de amor que começou lá na faculdade de engenharia.

Gustavo e Robert contaram com o apoio da família durante todo o processo – e um grande apoio, podemos dizer, já que a própria prima e a irmã aceitaram ajudar na gestação. Uma verdadeira prova de companheirismo, de união e de estar sempre disposto a ajudar.

Nascem primeiros bebês no Brasil com genes dos dois pais 4

“Se hoje Marc e Maya existem é por que muitos outros lutaram para que nós pudéssemos estar vivendo este momento. Vocês tem a história e a luta de toda uma comunidade correndo dentro da veia de vocês. Nossa família existe e este é só o início!“, publicou o casal no Instagram, homenageando os ativistas que lutaram para que esse momento fosse possível.

Uma história linda e inspiradora que mostra que família é tudo. Marc e Maya chegaram para trazer ainda mais ternura às vidas de Gustavo e Robert. Parabéns para os novos papais e que sejam muito felizes!


Compartilhe com os seus amigos!

Share via
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Send this to a friend