Conheça a mulher que vai estar viva daqui 1.000 anos


Share via

Com a morte de Henrietta Lacks no ano de 1951, os cientistas descobriram a imortalidade! Na verdade, mais ou menos isso. Através de pesquisas com as células de Lacks, especialistas conduziram avanços espetaculares na medicina, desde a criação da vacina contra a poliomielite até experimentos no espaço! As células de Henrietta, chamadas de “HeLa”, estão vivas até hoje, embora sua dona já tenha descansado há décadas. A explicação pra isso você confere soltando o play!


Compartilhe com os seus amigos!

Share via
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Send this to a friend