12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos


Share via

Durante o processo de evolução, os animais desenvolveram diferentes estratégias para se proteger. Alguns aprenderam a fugir de situações de risco, outros tentam imitar predadores perigosos e outros, ainda, desenvolveram aparências amigáveis e inofensivas. Quem poderia imaginar que alguns lêmures (“slow loris”) são venenosos e que o gato-bravo-de-patas-negras é a espécie mais perigosa dos felinos?

Estamos certos de que a aparência realmente engana e não podemos subestimar os animais em nenhuma circunstância: alguns bichos “inofensivos” podem ser perigosos até mesmo para os humanos. Confira!

01 – Manul

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 2

Este pequeno membro da família dos felinos parece muito fofo e inofensivo à primeira vista. Ele é bastante reservado e independente, por isso prefere viver sozinho e encontrar um parceiro ou parceira somente durante o acasalamento.

Tal estilo de vida tem um impacto na personalidade do Manul. Ele se torna bastante agressivo quando alguém invade o seu território. As presas são quase 3 vezes maiores do que as de um gato normal e ele consegue mastigar facilmente os ossos de uma lebre. Esses animais também atacam pessoas, por isso não podem ser domesticados.

02 – Texugo-do-mel

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 3

A principal característica dos texugos-do-mel é que eles são destemidos. Esse pequeno animal pode enfrentar um leopardo ou um leão e seu sistema imunológico é tão resistente que ele aguenta pequenas doses de veneno de cobra. Os texugos têm uma pele bastante única: é tão forte e espessa que não pode ser penetrada facilmente pelos dentes de um predador, por uma flecha ou até mesmo por um facão. O poderoso maxilar desses animais e seus dentes afiados permitem comer a presa junto com a espinha vertebral e o crânio.

03 – Gato-bravo-de-patas-negras

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 4

O gato-bravo-de-patas-negras é considerado um dos “bichanos” mais perigosos do mundo. Embora seu peso seja de apenas 1,5 kg, ele pode caçar animais muito maiores. É capaz de percorrer até cerca de 20 km procurando sua presa. Caça durante a noite toda, mesmo com condições climáticas adversas. Em média, esse predador mata cerca de 14 animais menores em uma caçada.

04 – Arminho

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 5

O arminho é um animal bastante pequeno, mas bem agressivo, do grupo das doninhas. É um excelente nadador, sobe em árvores, corre muito e é capaz de caminhar por até 15 km. Pesa em média 70g, mas consegue derrotar presas maiores. O arminho consegue matar uma lebre com apenas uma mordida na nuca. Muitas vezes, esses animais não caçam por conta de fome, mas como entretenimento. Nesse último caso, a carcaça é deixada em algum lugar qualquer ou enterrada para um dia de necessidade.

05 – Gato-do-deserto

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 6

O gato-do-deserto vive em desertos desprovidos de qualquer vegetação, onde no verão as temperaturas podem chegar a até 55º C e a areia pode aquecer a até 80º C. Esse animal consegue viver por muito tempo sem água e as vítimas são quaisquer animais que encontre pela frente. Podem ser mamíferos, pequenos roedores, lagartos, insetos e até cobras venenosas (víbora-de-chifres). No momento da caça, é capaz de atingir uma velocidade de até 40 km/h e pode percorrer mais de 10 km em busca de sua presa.

06 – Coelho

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 7

Os coelhos foram levados à Austrália no século XVIII e, desde então, têm se tornado uma dor de cabeça para as autoridades locais. Como comem muito e se reproduzem rapidamente, eles se tornaram motivo da morte de muitos animais nativos da Austrália e Nova Zelândia, que perderam a fonte de alimentação para esses bichos fofinhos. Os coelhos também comem as cascas das árvores, o que provoca a erosão do solo, voçorocas e deslizamentos de terra.

07 – Lêmure “slow loris”

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 8

O lêmure conhecido como “slow loris” é um dos pouco mamíferos venenosos. Em suas patas dianteiras há glândulas que liberam substâncias tóxicas. Elas existem primariamente para afugentar parasitas e predadores. O veneno liberado causa asfixia não só em pequenos animais, mas também em humanos. Antes de um ataque, esse lêmure lambe as glândulas para que seus dentes fiquem cobertos de veneno. Dessa forma, as toxinas penetrarão mais facilmente na vítima.

08 – Ornitorrinco

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 9

Os ornitorrincos machos têm esporões venenosos nas patas traseiras, que produzem um coquetel de toxinas. Os machos usam os esporões durante lutas contra outros machos para acasalar com alguma fêmea. Com a ajuda das substâncias tóxicas, o animal também se defende de predadores, como os cães selvagens dingo. Para os humanos, o veneno não é letal, mas pode provocar inchaços e dores de cabeça.

09 – Foca

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 10

As focas são perigosas não só para os pequenos mamíferos e peixes, mas também para os humanos. No final de fevereiro e início de março, as fêmeas saem das águas com seus filhotes. Para proteger suas crias, elas podem atacar qualquer um que aparecer pela frente, incluindo pescadores que estiverem no meio do caminho ou pessoas caminhando pela praia. As focas têm também a característica de agressividade desmotivada; ou seja, como forma de entretenimento, podem atacar golfinhos e pinguins.

10 – Lontra-marinha

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 11

As lontras-marinhas nadam de costas, segurando as patas umas das outras. Mas todo o encanto termina quando elas começam o período de acasalamento. Os machos comportam-se de forma muito agressiva, mordendo fortemente as fêmeas e procuram outros para animais para atormentar. Por exemplo, outros machos, filhotes de leões-marinhos ou focas.

11 – hipopótamos e elefantes

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 12

Os hipopótamos são os animais mais perigosos do continente africano. Eles gostam de pastar nos campos, prejudicando as colheitas e atacam os agricultores. As fêmeas dos hipopótamos e seus filhotes se jogam nos barcos que estejam passando por perto. Cientistas da Universidade de Groningen, na Holanda, estimam que, entre 1997 e 2008, houve 4.493 casos de ataques de hipopótamos contra pessoas somente no Quênia.

O total de vítimas de ataques de elefantes chega a mais de 400 por ano. Na maioria das vezes, os animais atacavam agricultores que cultivavam ao longo do caminho de migração desses gigantes. Os machos são especialmente perigosos durante o período de acasalamento (musth), tornando-se muito agressivos e sensíveis. Esse período dura cerca de 60 dias e os brutamontes são capazes de derrubar quem (ou o que) estiver na frente quando estão em busca de uma “namorada”.

12 – Rã-dardo-venenoso

12 animais perigosos que geralmente achamos bonitinhos e indefesos 13
Essa espécie de rã é a mais colorida e a mais venosa entre todos os vertebrados, sendo encontrada na América Central e do Sul. Para você ter uma ideia do poder do bichinho, seu veneno é capaz de matar até 20 humanos adultos e 20 mil ratos, bastando apenas 2 microgramas para pôr fim à sua vida rapidamente.

Existem cerca de 100 tipos diferentes de Dendrobatidae, variando geralmente de cor e forma. Como já foi dito, a rã-dardo-dourada é a mais perigosa entre elas. A toxina do animal (batrachotoxin) é adquirida por eles ao comerem uma grande variedade de insetos artrópodes selvagens.

Quais outros animais você acha que subestimamos? Comente!


Compartilhe com os seus amigos!

Share via

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Send this to a friend