Inicio / Curiosidades / 10 coisas que você tem em casa e são mais perigosas do que você imagina

10 coisas que você tem em casa e são mais perigosas do que você imagina

Na maioria das vezes, associamos a nossa casa com segurança. É onde nos retiramos do perigo e procuramos abrigo contra qualquer mal. No entanto, na realidade, nossa própria casa pode ser um lugar muito perigoso.

Todos os anos, inúmeras pessoas são feridas e várias morrem por causa de produtos que a maioria de nós usa com bastante frequência dentro dos nossos próprios lares. Apesar das medidas de segurança e manutenção regulares que podemos fazer, os lugares que todos chamamos de lar contêm muitos acidentes misteriosos que podem estar esperando para acontecer.

Enquanto a maioria de nós apenas olha os rótulos de advertência e ignora as dicas de segurança sobre produtos que pensamos que sabemos tudo a respeito, gastar um minuto extra para analisar e combater os riscos pode salvar sua vida. Você provavelmente possui a maioria desses itens fatais e provavelmente já os usou hoje.

Mas você sabia que eles poderiam matá-lo? Todos apagamos velas acesas antes de sairmos da casa e nunca deixamos o forno ligado. Mas essas coisas são aparentemente muito menos perigosas. A lista a seguir fornece um guia para itens domésticos comuns que podem ser surpreendentemente perigosos.


01 – Alvejante

Os alvejantes, também conhecidos como água sanitária, podem ser muito perigosos. Consumir alvejantes ou mesmo inalá-los pode ser fatal.Quando misturado com outros produtos de limpeza como amônia e alguns ácidos, também podem resultar em efeitos mortais.

O principal ingrediente no alvejante é o hipoclorito de sódio. Quando misturado com amônia, esta substância libera gases tóxicos chamados cloraminas. Quando misturado com ácidos, o alvejante emite gás de cloro, o que pode prejudicar as mucosas, mesmo após exposição mínima, e pode até ser absorvido pela pele.

Enquanto as perigosas possibilidades de mistura da água sanitária podem ser uma surpresa, as pessoas sabem bem o poder do alvejante. Uma mulher de Chicago, nos EUA, foi acusada de assassinato em primeiro grau no início de 2017 depois que forçou seu namorado a ingerir alvejantes. Uma autópsia confirmou que a morte foi um resultado direto de “complicações da administração forçada de uma substância cáustica” e, portanto, determinou um homicídio.


02 – Creme dental

Boa parte dos cremes dentais contêm fluoreto. Embora a gravidade dos efeitos varie conforme a quantidade ingerida, a agência reguladora dos EUA, a FDA, pede que as pessoas entrem em contato com um centro de controle de intoxicação se ingerirem apenas um pouco mais do que o usado para escovar os dentes. A “Fluoride Action Network” explica que a comunidade dentária “não conseguiu educar o público sobre os perigos de engolir demasiada pasta de dente com flúor”.

Chocantemente, a maioria das pastas de dente sugere usar apenas uma quantidade do tamanho de uma ervilha. No entanto, os anúncios publicitários representam porções muito maiores, o que pode ser perigoso. Isso pode ser especialmente prejudicial para as crianças, que talvez não avaliem com precisão a quantidade de pasta de dente necessária ou mesmo excessiva por causa de seus sabores artificiais.

O excesso de consumo de pasta de dente de flúor em crianças pode resultar em intoxicação aguda por flúor e até mesmo a morte. Outro grande fator de risco de pasta de dente é a fluorose dentária, que é um efeito colateral que ataca o esmalte dos dentes e pode resultar em reações graves.
A pasta de dentes, ironicamente destinada a nos manter higiênicos e saudáveis, pode ser mortal.


03 – Lareiras

As acolhedoras lareiras que adornam as paredes de casas em todo o mundo, fornecendo calor e conforto, também podem produzir gases tóxicos. O monóxido de carbono é o problema aqui. Você corre um risco especial se a sua lareira não estiver bem ventilada ou estiver dormindo enquanto a lareira continua acesa. Claro, a intoxicação por monóxido de carbono também pode resultar de um forno que não está funcionando corretamente.

Este gás não pode ser visto, cheirado ou sentido, de modo que a intoxicação por monóxido de carbono aflige muitas casas por ano e muitas vezes resulta em fatalidades. A exposição ao monóxido de carbono pode resultar em dores de cabeça, tonturas e perda de consciência. A exposição prolongada pode resultar em danos cerebrais e morte, privando lentamente o corpo de oxigênio necessário.

Para manter a segurança e continuar usando sua lareira, é altamente recomendável que você instale um detector de monóxido de carbono em todas as áreas principais da sua casa, com foco especial nas áreas de dormir. Para casas de vários níveis, pelo menos um detector deve ser colocado em cada andar para garantir a máxima segurança.


04 – Naftalina

Composto de naftaleno ou paradiclorobenzeno, as bolas de naftalina representam uma séria ameaça à segurança doméstica. Usada, entre outros fins, para combater a presença de traças nas roupas, a naftalina pode representar um risco grave em casa, principalmente para crianças pequenas.

O Departamento de Saúde Pública dos EUA explica que ambos os produtos químicos se tornam gases quando expostos ao oxigênio. Isso também causa um aroma distinto. Este gás não é apenas irritante tanto para os olhos como para os pulmões, mas é até mesmo suspeito de potencialmente causar câncer.

Os bebês têm uma menor capacidade de limpar esses subprodutos de suas correntes sanguíneas. Como resultado, das aproximadamente 4.000 crianças expostas a bolas de naftalina a cada ano, 600 necessitam de atenção médica imediata. A icterícia, o amarelecimento da pele, é um sintoma chave que pode levar à falha de órgãos e até à morte.

As toxinas da naftalina podem ser ingeridas, inaladas e até mesmo absorvidas pela pele.


05 – Secadora de roupas

A US Consumer Product Safety Commission, uma comissão de defesa do consumidor dos EUA, informa que mais de 15 mil incêndios começam a cada ano a partir de secadoras de roupas. Os restos coletados, como fiapos, podem se acumular no respiradouro da máquina e reduzir o fluxo de ar. Isso evita que os gases de escape da secadora sejam expelidos e faz com que eles iniciem um incêndio.

Suas roupas ainda ficam úmidas depois de um ciclo completo na secadora? Glen Mayfield, técnico de secagem, diz que este é o primeiro sinal de que o respiradouro do secador pode ser perigoso e levar a um incêndio.

Curiosamente, casas novas tendem a colocar as máquinas de lavagem e secagem em direção ao centro da casa, o que, obviamente, significa um respiradouro muito mais longo. Isso resulta em maior dificuldade na remoção de fiapos e torna essas casas mais suscetíveis ao fogo.


06 – Tinta com chumbo

Estudos realizados pela Apromac (Associação de Proteção ao Meio Ambiente) e pela Toxisphera (Associação de Saúde Ambiental) em 2016 apontaram que as tintas existentes no mercado brasileiro continham 170 mil partes por milhão (PPM) de chumbo em 2009. Três anos depois, em 2012, esse número caiu para 59 mil PPM. Apesar da diminuição, o valor ainda é muito acima do máximo permitido pela lei brasileira, que estabelece 600 PPM nas tintas imobiliárias e de uso infantil.

As tintas à base de chumbo ainda estão presentes em milhões de casas no Brasil e no mundo. A Agência de Proteção Ambiental dos EUA informa que o risco mais crítico ocorre quando a tinta de chumbo se deteriora.

Também pode ser um risco quando presente nas superfícies que as crianças usam ou mastiguem, como janelas, portas e escadas. Uma exposição extensa ao chumbo pode resultar na morte. É explicitamente recomendado que qualquer tinta à base de chumbo seja removida o mais rápido possível.


07 – Cabos de extensão

Embora muito úteis, os cabos de extensão são muito mais perigosos do que a maioria das pessoas sabe. Usados em casa e no local de trabalho para transferir energia sempre que necessário, os cabos de extensão também são extremamente inflamáveis.

Acredite ou não, cerca de 3.300 incêndios domésticos ocorrem a cada ano nos EUA devido a extensões, matando cerca de 50 pessoas e ferindo cerca de 270. Além disso, 4 mil ferimentos associados a cabos de extensão são tratados nas salas de emergência.

Ainda mais interessante, metade dessas lesões são fraturas, entorses ou lacerações. Os cabos de extensão devem ser usados ​​apenas para necessidades temporárias e não devem sobreaquecer de forma alguma.


08 – Lustra móveis

O polimento de móveis pode fazer o seu mobiliário parecer novo e dar à sua casa uma nova cara, mas também podem causar uma visita indesejada à sala de emergência. Embora seja um item comum encontrado sob a pia da cozinha em casas em todo o mundo, os lustra móveis possuem uma composição extremamente tóxica.

Os hidrocarbonetos dentro dos lustra móveis líquidos podem envenenar o corpo quando engolidos ou até inalados.

O composto apresenta numerosos riscos para várias partes do corpo. Se atingir seus olhos, pode causar perda de visão. Se inalado, pode causar sérios danos nos pulmões. Se você tiver contato com a pele, pode causar irritação severa. É bom tomar bastante cuidado, principalmente se crianças estão presentes.


09 – Panelas antiaderentes

As panelas antiaderentes são um componente vital de qualquer cozinha, de chefs de restaurantes a cozinheiros caseiros. Em 2006, 90% de todas as panelas de alumínio vendidas eram “antiaderentes”, muitas vezes revestidas com uma substância chamada Teflon.

Esta porcentagem continuou a aumentar, mas também o ceticismo de especialistas que relatam emissões químicas perigosas. Robert L. Wolke, da Universidade de Pittsburgh, nos EUA, indica que as panelas antiaderentes são seguras, desde que não sejam superaquecidas.

Quando o utensílio atinge uma temperatura inadequada, o revestimento começa a deteriorar-se a um nível molecular invisível e gases tóxicos podem ser liberados. Isso é particularmente alarmante considerando o quão comum é esquecer algo no fogão.
À medida que mais pesquisas continuam a afirmar essa preocupação, é cada vez mais importante que a cozinha seja sempre monitorada. Caso contrário, utensílios antiaderentes podem representar riscos fatais para os usuários.


10 – Lavadoras de alta pressão

Valorizadas por sua praticidade e eficácia, as lavadoras de alta pressão são cada vez mais comuns. Essas máquinas usam um motor a gás ou um motor elétrico e consequentemente aumentam a intensidade da mangueira média em 30 a 80 vezes.

Uma mangueira de jardim básica oferece pressão de água em aproximadamente 50 libras por polegada quadrada, enquanto que as lavadoras de alta pressão podem produzir 80 vezes esse poder, entre 1.500 a 4.000 libras por polegada quadrada.

Quando o fluxo poderoso é orientado incorretamente, a água tem força suficiente para danificar a pele em um instante. “O perigo extremo com as lavadoras de alta pressão é que mesmo com o que parece uma ruptura de pele muito mínima, o fluido pode entrar no tecido, se espalhar e causar infecção bacteriana”, alerta o médico americano Howard Mell.

Isso pode ser mortal. Além disso, a concentração prolongada da corrente pressurizada para o corpo humano pode causar danos aos órgãos e potencialmente a morte. Estima-se que mais de 6.000 pessoas foram à sala de emergência nos EUA em 2014 com lesões relacionadas à lavagem à pressão.

Compartilhar:
Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade. Você será banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.