5 passos para quebrar a rotina e sair da zona de conforto

Você gostaria de mudar de vida? Você gostaria de mudar algo em seus dias que você simplesmente não pode mais suportar? Então, talvez tenha chegado a hora de tentar sair da chamada “zona de conforto” aquele espaço entre o concreto e o imaginário em que nos sentimos à vontade, mas que ao mesmo tempo aprisionados.

Nossa rotina diária faz parte da zona de conforto com aquela série de hábitos que não nos permitem implementar a mudança que sonhamos, e ao mesmo tempo, nos impedem de nos abrir para novas e diferentes experiências.

Sair daquela zona onde nos sentimos confortáveis, simplesmente porque podemos manter tudo sob controle e porque sabemos como lidar com cada problema, torna-se imprescindível se quisermos tentar mudar de emprego, de relacionamento ou de amigos.

Aqui vão algumas dicas úteis para quebrar a rotina e sair da zona de conforto.

5 passos para quebrar a rotina e sair da zona de conforto 5 passos para quebrar a rotina e sair da zona de conforto


1 – Mude de vida: enfrente a resistência à mudança

Se realmente quisermos mudar, devemos ouvir o que a nossa voz interior nos diz. Por exemplo, podemos fazer uma lista dos sonhos que poderíamos realizar, escolhemos o objetivo que mais facilmente podemos alcançar e nos preparamos para nos aproximar passo a passo de um sonho. Planejar pequenos objetivos intermediários antes de ultrapassar a linha de chegada é uma estratégia vencedora a se tentar.


2 – O momento certo para mudar de vida é hoje

Não vamos deixar para amanhã o que podemos fazer hoje. Siga este famoso ditado para iniciar a nossa mudança imediatamente. O melhor momento é sempre o mais rápido possível pois não sabemos o que o futuro nos reserva. Quanto mais adiamos, mas longe estamos de nossos objetivos.


3 – Esqueça as desculpas

Somos sempre muito bons em encontrar desculpas para adiar o momento de iniciar a nossa mudança. Às vezes, dizemos a nós mesmos que gostaríamos de começar a nossa mudança quando tivermos mais dinheiro, outras vezes nos queixamos da falta de tempo ou adiamos nossos projetos para outros momentos: “quando terminar a universidade”, “quando eu me aposentar”, “depois que eu for transferido”.
Tente deixar de lado as desculpas e justificativas e não recue, apenas siga em frente.


4 – Para mudar de vida, cultive a autoestima

Talvez o verdadeiro problema seja que não nos sentimos à altura do sonho que gostaríamos de alcançar. Pensamentos desse tipo são formados em nossa mente como “isso não é pra mim”, “no fundo não sou capaz”, “não sou a pessoa certa para iniciar este projeto”. Comece por recuperar a autoestima em pequenos passos, por exemplo dedicando-se a uma nova atividade: um curso de culinária, de dança, de línguas, em alguma coisa afim com o teu desejo de mudança. Tudo é possível. É preciso dar um primeiro passo em busca do próprio sonho.


5 – Comece a meditar

Começar a meditar já é em si um desafio para mudar. Para meditar de forma eficaz, é preciso praticar a meditação pelo menos duas vezes por dia. O conselho é começar a meditar de 10 a 15 minutos pela manhã e à noite. A meditação liberta a mente e ajuda a fazer as escolhas certas através da intuição e a compreender quais são os objetivos reais mais importantes para você.


E então, prontos para a mudança? Força e coragem. Um mundo é melhor é possível para cada um de nós.

Via: Greenme

Close