4 filmes para quem está passando por um período de autoconhecimento


Share via

O fabuloso destino de Amélie Poulain

O fabuloso destino de Amélie Poulain

Esse é um dos meus preferidos. A querida Amélie é um exemplo de tudo o que existe de mais puro e belo no mundo! A garota, aparentemente comum, encontra um significado para a sua vida nas coisas mais simples que existem. Um filme completamente encantador e que toda vez que assisto me faz refletir sobre o propósito da vida está na capacidade de enxergarmos o extraordinário na simplicidade da vida.


Livre

Livre

Cheryl precisa recomeçar a sua vida. Após a morte de sua mãe ela perde completamente o rumo, destruindo o seu casamento e se viciando em drogas. Na tentativa de tentar se reencontrar ela decide fazer sozinha uma trilha que inclui toda a costa oeste dos Estados Unidos, da fronteira com o México até o Canadá, conhecida como “Pacific Crest Trail”. Durante todo o percurso vemos flashs do passado de Cheryl e suas reflexões sobre suas decisões do passado. Dou uma atenção especial para o final do filme, em que a personagem finalmente se perdoa por todos os seus erros e chega a conclusões inspiradoras sobre a vida. Cheryl também é uma prova viva de que em alguns momentos da vida precisamos apenas da nossa própria companhia para nos reencontrarmos.


Comer, rezar, amar

Comer, rezar, amar

Liz tinha tudo para ser uma mulher feliz e realizada, no entanto, ela se depara com uma enorme crise, e é quando se dá conta de que tem um grande buraco dentro de si mesma. Para se reencontrar, ela decide largar tudo e passar um ano viajando pela Itália, Índia e Bali. Esse filme é um dos meus preferidos. Além de ser gravado em lugares maravilhosos, ele me transmite uma enorme sensação de paz interior. De vez em quando é muito bom assistir a filmes que retratam coisas tão parecidas com aquelas que vivenciamos, mas que muitas vezes temos medo de colocar para fora. Liz é um grande exemplo de coragem e, principalmente, de que, às vezes, precisamos, sim, sair do ninho para nos restabelecer e encontrar a nossa paz e o nosso caminho.


Meia-noite em Paris

Meia-noite em Paris

Gil, um escritor americano, tem a chance de voltar no tempo e viver na Paris nos anos 20. Essa experiência faz com que ele questione os rumos de sua vida, suas escolhas e entenda o que realmente quer para si mesmo. Conhecer alguns de seus maiores ídolos dos anos 20 e mulheres diferentes daquelas com as quais estava acostumado são algumas das coisas que fazem Gil começar a encarar a vida de outra forma. A chance de viver em Paris dos anos 20 faz com que ele reencontre a sua essência, restabeleça as suas prioridades e decida traçar um novo caminho para si.


Compartilhe com os seus amigos!

Share via

Send this to a friend