23 histórias de pais que se distraíram por um segundo


Share via

Quem tem criança pequena em casa, com certeza, já se deparou com alguma cena que deu vontade de sumir, sair correndo, chorar e, até, rir! É… Os pequenos têm energia de sobra e adoram uma bagunça, não é?

O usuário do Reddit u/blamingpig456 recentemente perguntou: “Quais são as suas histórias de ‘eu me distraí por um segundo’?” e as respostas podem te lembrar de usar seu método anticoncepcional:

23 histórias de pais que se distraíram por um segundo 3

#1

“Levei minha filha de 4 anos a um banheiro público na França, ao lado de uma estrada movimentada. Quando saímos do banheiro, fui fechar a porta e soltei a mão dela por uma fração de segundo. Quando me virei, ela estava correndo em direção à estrada, como se tivesse visto a mãe dela lá do outro lado.”
“De onde eu estava, não conseguia enxergar se havia carros vindo, e ela estava longe demais para eu conseguir pegá-la. Por um milagre, ela conseguiu atravessar com segurança. Tenho arrepios até hoje lembrando do medo que senti quando vi que ela estava no meio da estrada.” —u/Goose-rider3000

#2

“Eu tinha dois anos na época e estávamos na praia. Existe um degrau a cerca de meio metro da beira do mar que, quando entramos na água, do nada, a profundidade fica duas vezes maior. Os meus pais estavam distraídos com o meu irmão, então não notaram quando eu fui levado com as ondas. Quando se deram conta, tudo que enxergavam era o meu boné boiando na água.”
“Em pânico, o meu pai correu em direção ao mar. Eles descobriram que eu ainda estava usando o boné e, de alguma forma, consegui ficar com o corpo boiando completamente na vertical, só com o boné para fora.” —u/lankymjc

#3

“Eu fui ao banheiro e deixei o meu recém-nascido dormindo em um lençol no chão (em cima de um tapete fofinho). O meu filho de três anos estava assistindo televisão ali perto. Quando voltei, o bebê estava enrolado no tapete como um cadáver, e o mais velho estava sentado em uma almofada em cima do outro.”
“Eu ainda não sei como ele fez tudo aquilo, ainda mais nessa rapidez, e como o bebê estava tão tranquilo e de boa.” —u/peripateticpeople

#4

“A minha irmã assou uma fornada de biscoitos para levar ao trabalho. Quando a filha dela de três anos viu, pediu um. Em vez de dizer que a filha não poderia comer, disse que eles não estavam bons, ‘eca’. Confiante de que a mentira havia funcionado, continuou limpando a cozinha. Quando viu, a filha estava colocando todos os biscoitos no lixo.”
“Ela só sorriu e disse: ‘eca’.” —u/DickyBurd

#5

“Eu estava na casa de um amigo, sentado no jardim com uma cerveja. Os filhos dele tinham 7 e 5 anos e eram muito fofos. Do nada, o mais velho começou a caminhar tranquilamente por trás do pai e bateu com tudo na cabeça dele com um taco de beisebol feito de espuma. Bateu forte pra caralho. O taco é de espuma, mas dentro dele tem madeira, então é basicamente uma agressão real, talvez até uma tentativa de homicídio. Tonto, o pai foi se defender e, nessa hora, o filho mais novo viu uma oportunidade, pegou a cerveja da mesa e começou a virar toda a bebida de uma vez só.”
“Ele não só bebeu, mas realmente virou a bebida como um adolescente, do nada. Nos três segundos que eu levei para me recuperar do choque e tentar impedi-lo, o menino bebeu cerca de 2/3 da garrafa. Não é muito para um adulto, mas imagine para uma criança que pesa uns 6kg… Nesses três segundos, o que era para ser um churrasco de família tranquilo virou um evento com um adulto que sofreu uma concussão, agredido por uma criança de 7 anos, e uma criança de 5 anos muito bêbada. As coisas ficaram feias completamente do nada.” —u/Black_Sky_Thinking

#6

“Um dia, eu acordei, e meus dois filhos tinham escalado e saído pela janela e estavam em um telhado plano. Eles tinham 1 e 3 anos.”
“Eu ainda não sei nem como eles conseguiram abrir a janela.” —u/1987mark

#7

“Eu tinha acabado de me mudar para um novo bairro em um condomínio grande com as minhas duas filhas (uma com 2, outra com 5 anos). Fui buscar a correspondência e encontrei um vizinho lá. Nós conversamos por alguns minutos, e eu ouvi minha filha mais velha gritando da porta: ‘Oi, pai! Minha irmã tá pelada!’. Quando olhei para o lado, ela estava parada na entrada do condomínio, completamente nua. Eu olhei fundo nos olhos dela, e ela se virou de costas e começou a correr na direção oposta, dando risada.”
“Eu dei um tchau rápido para o vizinho, coloquei a correspondência embaixo de um braço e comecei a correr atrás dela. Acabei conseguindo agarrá-la com o braço que estava livre depois de uma quadra, enquanto ela morria de rir. Todos os outros vizinhos riram bastante enquanto eu tentava pegá-la Foi tão engraçado que eu não consegui nem ficar brava. E eu fiquei impressionada com a rapidez com que ela conseguiu tirar a roupa.” —u/Lintman1

#8

“Eu estava fazendo o jantar para os meus gêmeos de 18 meses, e o menino começou a ficar agitado. Então, eu coloquei a faca a uns 30 centímetros da borda da bancada da cozinha. Coloquei longe da beirada de propósito, pois NÃO DÁ pra confiar na menina. Fui trocar as fraldas do menino e, quando voltei, a menina já estava segurando a minha faca de corte enorme e afiada.”
“Tive que tentar pegar a faca da mão dela como se estivesse negociando em uma situação de reféns para que ela não corresse com o objeto pontiagudo na mão. Eu não consegui descobrir como ela conseguiu pegar, então fui ver o vídeo. Assim que me virei de costas, ela pegou a tábua de corte para puxar a faca para perto, ignorou as cenouras e o descascador, e foi direto na faca. Obviamente, eu tinha razão em não confiar nessa criança feroz.” —u/try_new_stuff

#9

“Um dia, quando a nossa filha tinha uns 3 anos, e nosso filho tinha 2, a minha esposa foi na nossa garagem, uma das crianças fechou a porta e a trancou lá dentro. Ela ficou batendo na porta e conseguia ouvir os moleques rindo dela.”
“Ela não ficou nada feliz. Pegou uma chave de fenda na minha caixa de ferramentas e conseguiu destrancar a porta. Isso deve ter levado uns 15 minutos. Quando voltou para a casa, as crianças estavam no quarto assistindo a desenhos e comendo os biscoitos que conseguiram roubar. Eles poderiam ter deixado-a trancada lá a noite inteira. Depois de dez anos, nós achamos graça, mas, na hora, ela ficou apavorada. Guardamos uma chave extra escondida na garagem desde então.” —u/1980pzx

#10

“A minha filha, com 18 meses de idade, estava parada de pé entre meu marido e eu na cozinha, a um braço de distância dos dois. Ela escorregou, caiu e quebrou os dois dentes da frente.”
u/Why_So_Slow

#11

“Eu fui fazer xixi e deixei meus dois filhos no quarto deles com a porta aberta e a grade de segurança fechada. Também deixei a porta do banheiro aberta. Quando saí, encontrei uma dúzia de ovos quebrados no chão da cozinha, e o mais novo pelado, com pasta de amendoim no corpo inteiro.”
“O meu marido na época, que hoje em dia é ex, estava dormindo. Eu entrei no nosso quarto, acordei ele e mandei resolver. O meu cérebro estava frito naquele momento. Até hoje, não faço a menor ideia de como eles saíram. Hoje, eles têm 16 e 18 anos.” —u/HolyPallyGirl

#12

“O meu filho tinha 3 anos, e nós estávamos saindo do supermercado. Ele saiu do meu campo de visão enquanto eu guardava as compras. Passaram-se dois segundos, no máximo. Puf. Ele não estava mais lá. Tentei agir tranquilamente, mas a minha obsessão em séries de crimes reais falou mais alto. Fecharam a loja. Todos começaram a procurar por ele. As pessoas olharam até nos carros lá fora. Eu gritei o nome do meu filho mais alto do que qualquer alto falante. Estávamos quase chamando a polícia.”
“Aí, o meu filho sai da área dos carrinhos de supermercado como se nada tivesse acontecido. Ele achou que seria uma ótima ideia ir debaixo dos carrinhos e sentar lá enquanto o mundo vira de cabeça para baixo procurando por ele.

Eu o abracei e briguei com ele durante uns bons 10 minutos, chorando de soluçar. 100% grata pela galera do supermercado. Nós fizemos um almoço para eles como forma de dizer ‘muito obrigada e desculpa por nosso filho ser um babaca’.” —u/Italics12

#13

“O nosso primeiro filho estava com mais ou menos 18 meses, já caminhando, mas ainda devagar. Eu estava no andar de baixo da casa, no computador, e a minha esposa gritou que ia ao banheiro e que era pra eu cuidar dele. Deu um mal entendido, e ele ficou sozinho por uns três minutos. Ela desceu perguntando onde ele estava, e nós não o encontramos em lugar nenhum da casa. Pensando que ele estava só se escondendo, começamos uma busca completa e percebemos, alguns minutos depois, que a porta dos fundos estava levemente aberta.”
“Estávamos cada vez mais preocupados, mas achamos que ele só teria saído sorrateiramente pela porta. Procuramos no pátio, que tem grades e estava com os portões fechados, e nada. Aí, o coração começou a acelerar. Começamos a correr pela rua. Acabamos o encontrando a duas quadras de casa. Ele estava indo em direção ao parque e teria que atravessar duas ruas, uma delas bem movimentada.

Uns vizinhos legais o encontraram e começaram a levá-lo para casa quando nos reconheceram. Anos depois, a menina nos lembraria de como ela ‘salvou a vida dele’. Não precisamos nem dizer que colocamos travas de segurança em todas as portas depois disso.” —u/Rancethetank

#14

“O meu filho pequeno pegou uma barra de manteiga da geladeira e jogou no aquário. Alguns minutos depois, todos os peixes estavam boiando, mortos.”
“Foi a última vez que tivemos peixes de estimação.” —u/earthenfirebrand

#15

“Em uma noite, eu estava bebendo uísque enquanto lavava a louça. Na pia, escutei meu filho de 3 anos entrar na cozinha, puxar uma cadeira e subir nela. Em seguida, eu escutei uma vozinha dizendo: ‘Suco!’. Quando me virei, ele estava tomando um golão do meu copo.”
“Depois disso, ele reclamou, ficou branco e, em seguida, vermelho. Ele foi dormir cedo aquela noite.” —u/theservman

#16

“Enquanto eu olhava para o sal, a minha filha pegou uma batata inteira do meu prato e enfiou na boca. Depois, ela tentou engolir e se sufocou.”
“Os 15 segundos tentando tirar a batata da boca dela pareceram os mais longos da minha vida. Aprendam primeiros socorros para crianças, pessoal! Crianças pequenas estão sempre arriscando a própria vida.” —u/Mischeese

#17

“Quando a minha filha era pequena, tinha uns 3 anos, nós fomos comprar ferramentas juntos. Eu me virei de costas para olhar alguma coisa e ouvi, atrás de mim: ‘Papai, o que é isso?’. Eu respondi: ‘Ah… é um machado, meu amor. Dá para mim, por favor’.”
“Ela me entregou o machado, deu tudo certo, mas fico feliz que a minha esposa não estava lá naquele momento — ela teria entrado em pânico.” —u/retailguy_again

#18

“Nós levamos as crianças (idades 7, 3, 3 e 3) a um parque aquático. Um de nós deveria ficar na área infantil com dois trigêmeos, e o outro levaria um dos trigêmeos e o mais velho a um tobogã. Estava tudo dando certo. Em uma das trocas, nós piscamos por um segundo, e o trigêmeo ousado fugiu.”
“Para constar, a área infantil era controlada, mas não tinha grades ou algo assim. Na hora, bateu o pânico. Chamamos os seguranças, os funcionários começaram a procurá-lo, e eu corri por todos os lados tentando encontrá-lo.

Depois de algum tempo, nós o encontramos. Ele havia descido um tobogã antes com a minha esposa e decidiu que queria ir de novo. Então, entrou na fila sozinho e foi encontrado quando faltavam duas pessoas para ser a vez dele.” —u/RoboNinjaPirate

#19

“O meu filho de 5 anos tinha uma gaveta com copos plásticos acessíveis para ele sempre. Ele pegava um copo, enchia de água na pia e bebia quando quisesse. Ele fazia isso desde os 3 anos de idade. Um dia, ele decidiu que queria um copo de vidro. Quando eu me levantei para fazer xixi — fiquei longe por segundos — ele puxou uma cadeira até o balcão da cozinha, subiu nela e usou as prateleiras para alcançar os copos. Eu entrei na cozinha no exato momento em que a prateleira de cima quebrou. Ele caiu para trás.”
“Eu me joguei para frente e peguei meu filho no ar, segundos antes dele cair em um monte de vidro quebrado. Os meus braços, as minhas mãos e os meus pulsos ficaram cheios de cacos. Que dia!” —r/Tediado

#20

“O meu marido estava lendo uma placa que dizia para ter cuidado com as crianças em uma trilha em meio a natureza. No segundo em que ele acabou de ler, olhou para o lado e a nossa filha estava indo para um local perigosíssimo. Todo ano, várias pessoas caem lá. Algumas delas morrem.”
“Eu estava mais adiante na trilha com o nosso filho mais novo. Ele segurou a mão dela com firmeza durante o restante da caminhada.” —u/MNConcerto

#21

“Nós nos mudamos para uma casa nova no Halloween. A maior parte do carregamento de peso já havia acabado, então a minha esposa decidiu começar a abrir as caixas enquanto eu levava a nossa filha de 8 anos para pedir doces. Saímos de casa, e eu percebi que esqueci de pegar o celular. Na frente de casa, eu disse: ‘Não saia daqui, eu preciso buscar o meu telefone. Já volto. Não sai daqui’. Óbvio que ela saiu.”
“Um novo bairro. Pais e crianças por todos os lados. Eu corri de um lado para o outro loucamente na rua e, depois de uns 15 minutos, vi uma família — mãe, pai e várias crianças — a minha inclusa. Eles riram bastante me contando que, quando se viraram, ela estava ali, do nada. Então, decidiram ficar perto dela, pensando que eventualmente algum pai ou mãe histéricos apareceriam correndo.” —u/catching_comets

#22

“Eu trabalho em casa. O meu filho de 3 anos normalmente fica comigo quando eu trabalho à noite. Uma vez, atendi a uma ligação enquanto ele estava sentado no chão, brincando de carrinho. Um minuto depois, eu olhei para o lado e ele estava voando.”
“Ele subiu na mesa e simplesmente se jogou! Eu sempre fico com o microfone no mudo quando não estou falando e ele está em casa, então por sorte o cliente não ouviu eu dizer: ‘MEU DEUS DO CÉU’ quando eu segurei a criança no ar. —u/as_told_byginger

#23

“A minha filha tinha cinco anos e gostava de desafiar. Um dia, eu estacionei em fila dupla, e ela não quis sair do carro. Eu havia dado à luz quatro semanas antes, estava descalça e vestindo uma calça de moletom e uma camiseta para amamentação. Saí do carro para abrir a porta para ela, e ela trancou todas as portas.”
“Lá estava eu, lactante, bloqueando a fila de carros, pronta para ter um colapso e cair em prantos ou quebrar todas as janelas do carro.

Isso fez com que todo o estacionamento mudasse de rota, até que um vizinho apareceu com chaves extra. Quando a minha filha o viu chegando com as chaves, ela pulou para o outro lado, gritou: ‘Um bom dia para você!’ e saiu correndo para entrar na escola.” —u/Chloedancer1234


Compartilhe com os seus amigos!

Share via

O que você achou?

Curtir Curtir
0
Curtir
Amei Amei
0
Amei
Força Força
0
Força
Haha Haha
2
Haha
Uau Uau
0
Uau
Triste Triste
0
Triste
Grr Grr
0
Grr
Tediado Tediado
0
Tediado
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Send this to a friend