12 história de pessoas que conseguiram dar uma lição com um pouco de humor


Share via

Admitir que sentimos rancor, dor ou ressentimento em relação a alguém que queria se mostrar esperto pode ser difícil. Normalmente, tentamos manter nossa compostura e evitamos insultar o “espertão”. Mas algumas pessoas engenhosas conseguem encontrar maneiras inteligentes e engraçadas de dar uma lição a esses irritantes colegas de escola, clientes, membros da família ou indivíduos totalmente estranhos. Dessa maneira, alguns internautas preferiram rir por último, planejando estratégias para aplicar sua própria justiça.

Nós, do Tediado, nos divertimos reunindo histórias em que as pessoas buscaram seu jeito único de acertar as contas.

1

Eu tinha acabado de estacionar, quando um homem mais velho entrou em seu carro e deixou seu carrinho de supermercado no meio de uma vaga no estacionamento. Ele estava sentado, distraído, brincando com o celular. Então coloquei o carrinho bem atrás do carro dele. Ouvi o barulho de um carro batendo em um carrinho de supermercado. O homem saiu furioso do seu BMW, pegou o carrinho e o devolveu ao seu devido lugar.

2

Meu colega de quarto não ajuda nas tarefas diárias. Seu sanduíche favorito tem mel. Então fechei a tampa com muita força. Agora ele não consegue comer seu sanduíche favorito sem a ajuda de alguém. Ele lutou com o frasco por um longo tempo, antes de finalmente desistir.

3

12 história de pessoas que conseguiram dar uma lição com um pouco de humor 2

4

Meu irmão sempre busca ser o centro das atenções. Certa vez, descobriu que um grupo de amigos e eu íamos passar um “fim de semana” em um parque de diversões. Nós não o convidamos. Sabia que ele apareceria lá, por “coincidência”. Todos concordamos em ir no sábado, em vez de domingo. Nós nos divertimos muito e tiramos muitas fotos. No domingo recebi inúmeras ligações e mensagens de texto em que ele tentava descobrir exatamente onde estávamos. Ele estava furiosíssimo.

5

Minha avó me pediu para transcrever um e-mail. Ela começou a falar até se equivocar. Eu a corrigi e, bastante aborrecida, insistiu para eu copiar suas palavras exatas. Na metade, o cachorro dela agarrou um dos seus sapatos e ela começou a praguejar durante dez minutos. Escrevi tudo. Ela terminou o e-mail e disse para eu enviá-lo. Perguntei se ela tinha certeza, e ela respondeu que sim. Dei de ombros e obedeci. Mais tarde, ela recebeu uma resposta interessante da amiga dela. Todos rimos muito depois de minha avó esclarecer a situação.

6

Nossos vizinhos reclamaram várias vezes do velho tapume que separava nossas propriedades. Exigiram que o substituíssemos, mas não quiseram contribuir com os custos. No mês seguinte, informei-os da troca e escolhi um dia em que estariam no trabalho para não estragar a “surpresa”. Substituí o tapume de madeira por postes de quase dois metros e uma parede de concreto. Agora, quando olham pela janela da cozinha, veem apenas uma parede de concreto. Ainda não vieram falar conosco.

7

12 história de pessoas que conseguiram dar uma lição com um pouco de humor 3

8

Na porta de um elevador, havia uma longa fila de pais com carrinhos de bebê esperando por um dos dois elevadores, quando uma família decidiu furar a fila, em vez de esperar ou simplesmente subir as escadas. A família entrou no elevador, mantive contato visual, esperei até a porta fechar 99% e, de propósito, apertei o botão para as portas abrirem em todos os andares. Se eu tivesse sido mais malvada, teria feito tudo de novo.

9

Quando estava no ensino fundamental, tinha um colega que sempre pedia coisas emprestadas e nunca as devolvia. Lápis, canetas, qualquer coisa. Um dia, contei para outro colega que minha mãe tinha comprado um videogame para mim. Imediatamente, ele me pediu emprestado. Depois de dizer não durante vários dias, finalmente disse sim. Grande erro. Um dia, pedi emprestado o cartão da biblioteca dele, anotei os números e reservei a maior quantidade de livros, CDs e fitas cassetes que consegui. Ele se mudou de escola logo depois.

10

No verão, quando eu tinha 8 anos de idade, meus pais me pediram para cortar a grama, enquanto eles trabalhavam. Eu sempre limpava as áreas comuns. Além disso, tinha dois irmãos mais velhos, de 10 e 15 anos, que podiam se encarregar da tarefa. Peguei o cortador e comecei a trabalhar. Empurrei o cortador por todo o quintal, fiz redemoinhos, linhas diagonais, pontos de parada, simplesmente fiz uma bagunça. E a maior parte da grama ainda estava sem cortar. Meus pais ficaram com raiva de mim. Eu os olhei diretamente nos olhos e disse: “Podem me pedir para cortar a grama de novo, mas farei a mesma coisa. Não gosto de fazer isso. É pegar ou largar”. Nunca mais cortei a grama.

11

Meus vizinhos de cima davam festas barulhentas todas as noites. Subi várias vezes para pedir que não fizessem tanto barulho. Mas um dia me cansei. Desci até o porão e desliguei o interruptor do apartamento de cima, tranquei a porta e voltei a dormir tranquilamente. Continuaram assim por mais duas semanas. Depois disso, não fizeram mais festas. Acho que passei a mensagem.

12

Há alguns anos, minha esposa e eu íamos nos mudar. Ao mesmo tempo, nossa empresa de internet tinha uma promoção para novos clientes, oferecendo cinco vezes mais velocidade pela metade do valor que estávamos pagando. Perguntei se dava para receber o desconto com a mudança, e os funcionários disseram que não. Perguntei se era possível obter a nova taxa, removendo meu nome da conta e adicionando o nome da minha esposa. Diante da recusa, perguntei ao representante se ele sabia o nome de minha esposa ou o endereço para o qual íamos nos mudar. Após uma breve pausa, ele respondeu: “Humm… Não”. Cancelei o serviço. Minha esposa assinou um novo contrato de internet mais rápida e barata.


Compartilhe com os seus amigos!

Share via
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Send this to a friend